Brasil abate mais bovinos, suínos e frangos no segundo trimestre, diz IBGE

Views:
0

Carnes desses animais figuram entre os principais produtos de exportação do agronegócio brasileiro. Abate de bovinos no Brasil cresceu 4,1% na comparação com o segundo trimestre de 2018
TVCA/Reprodução
O abate de bois, frangos e suínos cresceu no segundo trimestre na comparação com o mesmo período de 2018, de acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgado nesta quarta-feira (13). As carnes dos três animais figuram entre os principais produtos de exportação do agronegócio brasileiro.
Valor da produção agropecuária deve alcançar R$ 603,4 bilhões
A produção de carne bovina no segundo trimestre de 2019 chegou a 8,08 milhões de cabeças abatidas, crescimento de 4,1% na comparação ao mesmo período do ano passado. O IBGE informou ainda a produção de 2 milhões de toneladas de carcaças bovinas, alta de 5,5% em relação ao segundo trimestre de 2018.
A China, atingida pela peste suína africana, está lidando com uma menor oferta de carne de porco, o que tem impulsionado a importação de mais cortes de várias proteínas. Os embarques de carne bovina para os chineses avançaram mais de 10% nos sete primeiros meses do ano.
O abate de frangos cresceu 3,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 1,43 bilhão de animais. A produção de ovos de galinha foi de 930,93 milhões de dúzias, aumento de 2% no comparativo com o segundo trimestre de 2018.
O peso acumulado das carcaças de frango foi de 3,35 milhões de toneladas no período, acréscimo de 0,4% frente ao mesmo período de 2018. As exportações de carne de frango do Brasil, maior exportador global, avançaram 5,8% entre janeiro e julho de 2019, segundo a associação que representa o setor, a ABPA.
No caso dos suínos, foram abatidas 11,39 milhões de cabeças, alta de 0,7% em relação ao segundo trimestre de 2018. O peso acumulado das carcaças suínas foi de 1,02 milhão toneladas, alta de 4,3% em relação ao mesmo período de 2018.
No acumulado do ano, as exportações de carne suína do Brasil alcançaram 414,5 mil toneladas, volume 19,62% maior que o total embarcado entre janeiro e julho do ano passado, segundo dados divulgados pela associação ABPA.
Leite
A aquisição de leite cru feita por laticínios cresceu 7,1% no segundo trimestre deste ano na comparação com 2018. Foram 5,86 bilhões de litros. Por outro lado, houve retração de 5,4% em relação à quantidade captada no primeiro trimestre deste ano.
Couro
Os curtumes apurados pela pesquisa declararam ter recebido 8,39 milhões de peças inteiras de couro no segundo trimestre. Essa quantidade representa aumento de 1% na comparação ao segundo trimestre de 2018.

Curta ou Compartilhe esse anúncio
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *