Com greve dos caminhoneiros, chamados de motoristas para seguradora por pane seca sobem em até 20 vezes

Views:
9

Problema ocorre quando o veículo fica sem combustível; em São Paulo, motorista parou em posto após pane seca e acabou atraindo fila de carros. Em meio à dificuldade dos motoristas para abastecer seus carros por causa da greve dos caminhoneiros, muitos motoristas têm acionado o seguro por causa de problemas relacionados a falta de combustível. Somente entre os clientes do Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre, o número de ocorrências aumentou em 20 vezes nesta semana.
Em nota enviada nesta terça-feira (29), o Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre disse que, “apesar da demanda atípica”, a empresa segue atendendo aos segurados.
Já a Allianz, a Bradesco Seguros, a Tokio Marine e a Porto Seguros, que também foram procuradas, informaram não iriam se pronunciar.
Pane seca
A pane seca é o que ocorre quando o carro fica sem combustível. Uma das motoristas que enfrentou esse problema foi Verônica Falcão, de São Paulo. Ela parou em um posto após ficar sem combustível, mas o estabelecimento estava sem estoques.
Reflexos da paralisação dos caminhoneiros
Sem ter como ir embora, Verônica resolveu então chamar um motorista por aplicativo, mas ao chegar para buscá-la ele teve o mesmo problema. Os dois carros parados atraíram muitos motoristas, que formaram uma enorme fila pensando que o posto tinha recebido combustível para vender. O caso foi mostrado pelo SP2.

Curta ou Compartilhe esse anúncio
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *